terça-feira, 31 de julho de 2012

Santarritenses conhecidos por seus apelidos. Hoje: Vampeta


Meu apelido veio antes do Vampeta do Corinthians. É da época que eu jogava na escolinha do Aleluia. Como eu tinha o dente quebrado na frente, o Beto começou a me chamar de Vampiro e Capeta, até que juntou os dois e virou Vampeta.  Hoje, as únicas pessoas que me chamam de Wanderlei são minha sogra e o Chiquinho (Xikos Lanches). Pena que custa caro, senão eu faria que nem o Pelé e a Xuxa: colocaria Vampeta no meu nome.
Oferecimento:

IMPERDÍVEL: WORKSHOP DE CIDADANIA

Hoje em dia: Avanço na quarta geração tecnológica mostra efervescência do Estado


Parque industrial mineiro se sofistica e usa compostos de moléculas baseadas em carbono em vez de elementos como silício e cobre
Investimentos pioneiros feitos em Minas Gerais ajudam a colocar o Brasil pela primeira vez na comissão de frente de uma nova era da indústria mundial. Batizada de quarta geração da revolução tecnológica, a eletrônica orgânica vive um momento de efervescência no Estado, envolvendo centros de pesquisa, empresas e governo no objetivo ambicioso de desenvolver produtos de altíssimo valor agregado e com eles conquistar o mundo dos negócios.

Telas dobráveis, papel eletrônico, cartazes dinâmicos, tecidos inteligentes, painéis de energia solar de baixíssimo custo são alguns dos produtos da eletrônica orgânica e impressa, processo criativo liderado pela suíça CSEM , empresa que tem em Belo Horizonte o único escritório de inovação no Brasil. Após firmar convênios com a Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig) e receber aportes do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) no valor de R$ 20 milhões, a CSEM Brasil se consolida como fornecedor dessa nova tecnologia para empresas mineiras.

A Junqueira Compressores percebeu a oportunidade de trabalhar em conjunto com o centro de pesquisa suíço. O presidente da empresa, Daniel Junqueira, 37 anos, diz que sempre apostou em tecnologia de ponta para impulsionar sua empresa, que é mineira e tem filiais no Rio de Janeiro e em São Paulo. Com o enfraquecimento do mercado de gás veicular, a Junqueira se voltou para o setor de plataforma de petróleo, em plena expansão."Procurei então a CSEM e fechamos um contrato para o desenvolvimento de um sensor com nível de tecnologia inédito no mundo", afirma o empresário, que prefere não revelar os valores do investimento. "Nós já fizemos os testes e acredito que nos próximos meses o produto chegará ao mercado", afirma.

Junqueira é o retrato de uma nova geração de empreendedores que têm a tecnologia como principal combustível do seu negócio. Ele também é presidente da Fiemg Jovem e diz que Minas Gerais está dando um salto grande quando se fala em inovação. "O Google montou um escritório em Belo Horizonte, a Boeing já manifestou intenção de vir para Minas, temos o Cetec, o BH-Tec, o Vale da Eletrônica de Santa Rita do Sapucaí, enfim, está tudo convergindo para uma mudança no perfil da indústria mineira".


A Fiemg Jovem aposta nesse cenário e por isso contratou a Global Urban Development (GUD), mesma consultoria que trabalhou na criação do Vale do Silício, nos Estados Unidos, para realizar um  iagnóstico do ambiente de inovação da indústria mineira. "A partir do momento em que recebermos esse diagnóstico, estaremos com a faca e o queijo na mão para traçarmos um plano estratégico". O empresário rejeita comparações. "Estamos fazendo o nosso próprio caminho. Cada lugar tem sua particularidade", afirma.


Difusora: Mulher quebra vidro de porta do Pronto Atendimento de Santa Rita


Uma mulher, grávida de oito meses, ficou insatisfeita com a resposta de uma médica sobre o estado de saúde do marido dela e deu um chute na porta de acesso ao interior do Pronto Atendimento de Santa Rita do Sapucaí, na tarde desta segunda-feira (30). O vidro da porta quebrou com o impacto. 

Segundo o Boletim de Ocorrência, o marido da mulher passou mal na manhã desta segunda-feira e foi levado ao Pronto Atendimento. Ela, então, foi ao local para saber informações do estado de saúde do marido. A médica de plantão informou que o homem estava bem. A esposa insistiu em saber mais informações, porém a médica manteve a informação. A mulher ficou irritada e deu o chute.

A direção do Pronto Atendimento chamou a Guarda Municipal que levou os envolvidos até à Polícia Civil para registrar um Boletim de Ocorrência de dano ao patrimônio público.

A irmã da mulher disse que o cunhado teria ficado internado no Pronto Atendimento no último domingo (29) das 17h às 21h.

Fonte: Difusora

segunda-feira, 30 de julho de 2012

COLETIVO RODA D'ÁGUA SE MOBILIZA PARA REVITALIZAR PRACINHA DA RUA NOVA

Vejam o grande exemplos desse grupo criado para exercer a cidadania.

Dicas de Restaurantes para o inverno. Nesta edição: Casa do Beto

O  Bar e Pizzaria Casa do Beto possui mais de 80 ítens no cardápio entre lanches, peixes, massas, pratos quentes e pizzas.  A picanha à moda da casa é o prato chefe do restaurante, além da pizza no pão e pizza folhada que são invenções do proprietário.  No inverno, a grande saída é a canja e o famoso caldo verde.Já, entre os petiscos mais pedidos, estão a batata frita com queijo e bacon e o filé mignon com catupiry.    “Todos os nossos pratos são estudados e feitos através de pesquisa de qualidade”, conta Beto.

Difusora: Primeiro caso de Influenza A (H1N1) é registrado em Santa Rita do Sapucaí

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Santa Rita do Sapucaí informou, por volta das 14h desta segunda-feira (30), a confirmação do primeiro registro de morte por H1N1 no município. Mais informações nesta terça-feira (31) na edição do Jornal Notícias do Dia.

VEJA AS FOTOS DOS CANDIDATOS QUE APARECERÃO NAS URNAS ELETRÔNICAS

Site divulga fotos e dados dos candidatos que concorrerão às eleições em Santa Rita do Sapucaí e outras cidades

Após liberação da Justiça, Santa Rita do Sapucaí tem 1º casamento gay


Casal de lésbicas realizou união civil após 11 anos juntas. Decisão que saiu no início do mês beneficia casais que moram na cidade.

Juntas há 11 anos, um casal de lésbicas de Santa Rita do Sapucaí (MG) realizou um sonho antigo neste sábado (28) ao se casar em um clube da cidade. Este foi o primeiro casamento civil entre pessoas do mesmo sexo desde a liberação da Justiça. Cerca de 150 convidados compareceram na cerimônia.

Desde o ano passado, a união estável entre pessoas do mesmo sexo é aceita em todo Brasil,mas para realizar o casamento civil é preciso entrar na Justiça. Porém, com a liberação do juiz José Henrique Mallmann, qualquer casal homossexual que comprovar residência em Santa Rita do Sapucaí tem esse direito sem precisar entrar na Justiça.

Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o órgão desconhece decisão parecida em todo o estado. O TJMG informou ainda que foram registrados apenas dois casamentos homossexuais em MG - um deles foi no final do ano passado, em Passos (MG), onde duas mulheres conseguiram na Justiça o direito à união homoafetiva. O outro caso foi em Manhuaçú, na Zona da Mata.

Na época, Mallmann disse que a decisão tomada em Santa Rita do Sapucaí pode contribuir para que o casamento entre duas pessoas de um mesmo sexo seja autorizado pela Justiça em outras cidades do país. “Nós temos hoje um novo modelo de família que foge um pouco do convencional e isso é uma realidade. Essa decisão apenas legaliza uma situação que já vemos há muito tempo”, afirma o juiz.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

GOVERNO DE MINAS INAUGURA CENTRO INÉDITO DE TECNOLOGIA EM SANTA RITA


Parceria da Sectes e o Inatel vai possibilitar o desenvolvimento de equipamentos para atender pessoas com diferentes tipos de deficiência
O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior investe no desenvolvimento e na fabricação de instrumentos tecnológicos que assegurem autonomia e independência a pessoas com deficiência. No próximo dia primeiro de agosto, às 14 horas, o secretário de Ciência e Tecnologia, Narcio Rodrigues, inaugura em Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas, o Centro de Transferência de Tecnologia Assistiva (CDTTA).  O foco é a aposta na melhoria de qualidade de vida aos deficientes. O Centro é resultado de parceria com o Inatel – Instituto Nacional de Telecomunicações, com sede naquela cidade. O governo mineiro está investindo cerca de um milhão e duzentos mil reais na implantação deste CDTTA.

Esta iniciativa integra um conjunto mais amplo de ações do programa Rede Mineira de Tecnologia Assistiva, do Governo de Minas, voltado para o atendimento de um universo de cerca dois milhões e seiscentos mil deficientes existentes no Estado, de acordo com avaliações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“O nosso objetivo é a consolidação da Rede Mineira de Tecnologia Assistiva”, destaca o secretário Narcio Rodrigues, ressaltando também a implantação da Rede Tecnológica das APAES – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais em 148 unidades espalhadas por todas as regiões do Estado. Os recursos alocados para esta iniciativa é de R$5.429,769,14, usados na capacitação profissional e no desenvolvimento de equipamentos especiais  na área de inclusão digital, além de oficinas voltadas para o processamento de alimentos.

Em Pará de Minas, o governo planeja também a implantação de incubadora de tecnologia Assistiva, reunindo empresas com conhecimento na área e a criação de um núcleo de qualificação profissional na montagem de órtese e prótese, com a previsão de R$1.709.198,00 em investimentos. Será instalado ainda um programa de qualificação e formação de professores e pais para atendimento às APAES e escolas especializadas voltadas para o deficiente.

Já em Diamantina, no Hospital Nossa Senhora da Saúde, investimento da ordem de R$1,7 milhão, será aplicado em reabilitação e montagem de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção para deficientes daquela região. Estas iniciativas tem também a parceria do Governo Federal. “Estamos aguardando a liberação destes recursos para darmos inicio aos investimentos”, cobra o secretário, destacando que na formalização da parceria está o sucesso no atendimento aos dedeficientes.

EQUIPAMENTOS

O Centro de Desenvolvimento e Transferência de Tecnologia Assistiva de Santa Rita do Sapucaí estará integrado às ações já desenvolvidas pela área de engenharia biomédica do Inatel. Com a experiência acumulada de ser uma das seis instituições de ensino no Brasil que oferece o curso de graduação em Engenharia Biomédica, o Instituto vem desenvolvendo desde 2003, alguns projetos que irão se somar a outros que serão formulados pelo CDTTA.
Entre eles se destacam o elevador ortostático que vem sendo desenvolvido há dois anos e sua principal finalidade e um novo tratamento através da reeducação da marcha para pessoas com lesão na medula, basicamente para pacientes com tetraplegia e paraplegia. Os efeitos práticos do elevador são: aquisição de independência para atividades rotineiras como tomar banho, higiene pessoal e a transição da cadeira para outros locais.

Bruno Medeiros, paciente que participou da pesquisa do elevador no período de abril de 2010 a dezembro de 2011, comemora os avanços conquistados com o uso do equipamento. “Depois de quase dois anos consegui, com o elevador, apoiar os pés no chão e aprender a trocar passos. O ganho de confiança e força nas pernas foi gradativo. Após o aprendizado experimentei o gostinho de andar com ele e sem ele”, revela Bruno, que retornou a andar e conquistar a sua autonomia.

Além do elevador, o Centro desenvolve também a cadeira de rodas micro controlada com “joystick”. Segundo os engenheiros do Inatel, ela tem um diferencial em relação a algumas marcas existentes no mercado. Além do custo reduzido, ela tem comando de voz, um design mais confortável, além de maior potência que lhe permite de percorrer longas distâncias com  economia de energia.

O telefone móvel emergencial para pessoas com deficiência auditiva é outra inovação que o CDTTA irá oferecer aos deficientes mineiros. Por meio de um aplicativo que poderá ser baixado no aparelho de celular comum, o surdo terá condições de comunicar-se com setores de emergência como polícia, bombeiros e sistemas de saúde.

PARCERIA

O diretor da Inatel,  Marcelo de Oliveira Marques, esta convencido de que o empenho dos seus  profissionais  somado ao decisivo apoio do Governo de Minas, através da Secretaria e da Fapemig fará do CDTTA um espaço para desenvolvimento de tecnologias que contribuirão com a qualidade de vida dos deficientes físicos da região, do Estado e do Brasil.

"As atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico já contribuem com o desenvolvimento de nosso país na razão de que promovem a inovação nas empresas, fortalecendo o desenvolvimento econômico e social do Brasil. Com a implantação do CDTTA, as pesquisas e trabalhos desenvolvidos em nosso curso de Engenharia Biomédica poderão ser mais facilmente transformados em produtos e equipamentos que possibilitarão o aumento da autonomia, da independência e qualidade de vida dos cidadão com deficiência."

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Santarritenses conhecidos pelo apelido - Hoje: Purguinha

Eu ganhei esse apelido quando ainda estava no pré-escolar, lá no Grupão. Como era o menorzinho da turma, colocaram em mim o apelido de Purguinha. No começo, eu brigava, chorava e ficava injuriado, mas depois acostumei. Possivelmente, o nome pegou por eu ter ficado bravo. Hoje, meu filho também quis adotar o meu apelido e todos os conhecem como purga. Uma vez, recebi um convite de casamento e estava escrito: “Para o senhor Purguinha e família.”

Oferecimento: ACEVALE

Dicas de Restaurantes para o Inverno. (Por Sara Capelo) Hoje: Pesqueiro Tô à Toa


Pesqueiro Tô à Toa (3471 1730)
No pesqueiro Tô à Toa há diversão para toda a família: playground para as crianças, pesca e suporte para voo livre. No inverno, o cardápio acrescenta canjiquinha, costela de porco, caldo de mandioca, vaca atolada e caldo de feijão, além do famoso caldão.

As bebidas quentes fazem bastante sucesso como caipirinha e conhaque. O restaurante serve no estilo “a la carte” e funciona de quinta a domingo das 8h às 21h. Confira imagens do local: 

Site do Pesqueiro: www.pesqueirotoatoa.com.br


III Encontro de ex-alunos da ETE FMC

terça-feira, 24 de julho de 2012

ESTUDIOSO APONTA DIFERENÇAS ENTRE AS EMPRESAS AMERICANAS E BRASILEIRAS E DIZ QUE VALE DA ELETRÔNICA É CASO ISOLADO

Muitos questionam os motivos do Brasil não possuir a mesma tradição empreendedora encontrada nos EUA,Canadá, Inglaterra e alguns países asiáticos.
O questionamento vem à tona principalmente quando tomamos contato com as revoluções empresariais ocorridas recentemente na região da Califórnia, mais conhecida com Vale do Silício. Ali se concentram algumas das empresas mais lucrativas do mundo e que estão construindo uma nova forma de capitalismo global. Ali não somente as coisas são feitas de forma deferente, mas também são pensadas e planejadas por mentes educadas numa cultura propícia ao sucesso. Aliás, nessa região os fracassos não são tratados como desgraças e estigmas eternos, como se fosse uma condenação ao inferno. Pelo contrário, são vistos como um pré-requisito natural para quem vai vencer e torna-se caso de estudo e pesquisa referencial aos novos empreendedores. Empresas surgem nas garagens e estas funcionam como laboratórios experimentais, antes de serem consumidas pelos impostos, despesas ou pela ferocidade da concorrência.

Trata-se de uma mentalidade completamente diferente daquela que caracteriza tradicionalmente os empresários latino-americanos, herdada da colonização ibérica (Portugal e Espanha). Estamos falando de tradição histórica, que é uma que coisa mais forte e predominante, porém isso não significa que não haja nessas regiões as exceções que todos conhecem e que são surpreendentes nos resultados financeiros e sociais.

Hoje existem casos isolados em várias regiões latino-americanas, incluindo no Brasil, como acontece em São José dos Campos, no Vale do Paraíba - Campina Grande, na Paraíba ou então no Vale da Eletrônica, em Minas Gerais. O mesmo ocorre no Chile, na Argentina e no México. São casos que merecem ser estudados não somente como exemplos de empreendimento liberal privado, mas também de uma política governamental fomentadora dessas iniciativas.

Afinal, qual é a diferença entre o Brasil e os EUA, especificamente nesse aspecto de cultura e mentalidade empreendedora?

BRASIL

1) Colônia de Exploração, grandes propriedades, produção monocultora voltada para o mercado externo, economia dependente, mão de obra escrava predominante, concentração de renda nos latifúndios;
2) Classes sociais dirigentes mais ligadas e submissas aos valores das metrópoles colonizadoras; tendência ao subdesenvolvimento, administração pública externa fiscalista, vulnerável à corrupção e ineficiência;
3) Mentalidade conservadora e retrógrada nas classes políticas e nas classes empreendedoras;
Influência religiosa católica, partidária do Antigo Regime Absolutista, cuja doutrina dogmática condena a riqueza e a prosperidade, apontado-a como um risco de pecado e punição divina, portanto destinada a poucos privilegiados;
4) Desvalorização da educação e da organização social livre e democrática. Cultivo do autoritarismo. Supervalorização do Estado e diminuição do papel do cidadão. Herança do sistema colonial Português, conhecido como “stablishment” aristocrata-burocrático.

EUA (CENTRO-NORTE)

1) Colônias de povoamento, pequenas propriedades, produção policultora voltada para o mercado interno, economia independente, mão de obra livre e familiar, distribuição e circulação de renda entre os pequenos empreendedores locais;
2) Classes sociais independentes desligadas dos valores europeus tradicionais;
3) Cultura política de relacionamento conflituoso com as classes metropolitanas;
4) Valorização da educação e da autonomia social e democrática. Relativização do papel do Estado e valorização da cidadania como suporte dos negócios e do liberalismo;
5) Religião protestante, cuja doutrina de salvação associava a salvação com a prosperidade e a conduta empreendedora individualista. Herança dos imigrantes calvinistas expulsos da Europa e que acreditavam no ideal de fazer a América e a si próprio (madeyour self ou self mademan). Herança do industrialismo inglês.

O empresário brasileiro inclina-se mais ao capitalismo de Estado, controlador e fiscalista. Suas ações são mais dependentes e limitadas pela legislação, pela burocracia e pelo fisco; visam mais as habilidades políticas e jurídicas para quebrar as barreiras fiscalistas do que propriamente o domínio do mercado pela competitividade. O concorrente primordial é o Estado, no caso os governos que se sucedem, e não os outros empreendedores.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

LANCHONETE DO MODESTO

Dicas de Resturantes para o Inverno. (Por Sara Capelo) Hoje: Restaurante Vitória (3471 5053)

O Restaurante Vitória conquistou seus inúmeros clientes através do carisma do seu proprietário, Antenor Júnior, e dos deliciosos pratos e sucos servidos no local. Segundo ele, os pratos principais para este inverno são a famosa feijoada e a carne de panela.
O restaurante Vitória fica aberto de segunda a sábado das 8h às 17hrs e trabalha com o sistema de prato feito ou marmitex, além do miniprato feito. Os sucos são todos naturais, saborosos e variados: “O suco da casa é o melhor do Sul de Minas”, diz o proprietário Antenor Júnior. No restaurante Vitória você também encontra, durante todo o dia, salgados variados, lanches naturais e deliciosos doces como pudim de leite condensado e trufas. Vale a pena conferir.


Saiba como será a Plenária para discussão de ajuste salarial em Santa Rita e região

Mais uma vez as negociações salariais vão ser unificadas em Minas Gerais. As três federações do estado FEMCUT, FEMETAL E FITMETAL se unem no Comando Sul para lutar por maiores salários aos trabalhadores mineiros. 
A presidente da FEMETAL e do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Santa Rita do Sapucaí e Região, Maria Rosângela Lopes, quer negociações mais rápidas em 2012. “Espero que os empresários de Santa Rita não esperem a FIEMG como ocorreu no ano passado. Se os problemas do último ano se repetirem eles serão tratados de forma diferente”, adverte.

Cesta básica ultrapassa R$ 620 em Santa Rita do Sapucaí
 O preço da cesta básica em Santa Rita do Sapucaí- MG- ficou em R$ 620,33 no mês de junho segundo levantamento do grupo de pesquisas econômicas do Centro de Ensino Superior em Gestão, Tecnologia e Educação (FAI- Santa Rita). A alta é de 0,54% em ralação ao mês anterior.

O grupo pesquisa mensalmente 36 itens em estabelecimentos comerciais de Santa Rita do Sapucaí para realizar a análise dos dados locais chamado de Índice de Preços ao Consumidor Santarritense (IPCS). A pesquisa aponta que os alimentos têm registrado alta desde junho de 2011 com acumulado de 7,18%.

A inflação dos últimos 12 meses está em 7,78% em Santa Rita do Sapucaí.

Evandro Carvalho entrevista Victor Hugo Neira Muñoz, artista plástico e publicitário

Programa Secret Spots viaja até Santa Rita e faz matéria sobre parapente

sexta-feira, 20 de julho de 2012

SAIBA QUEM SÃO OS CANDIDATOS DE SANTA RITA, VEJA DECLARAÇÕES DE BENS E OUTRAS INFORMAÇÕES

Através do site Ache Candidatos, você poderá conferir a situação dos candidatos de Santa Rita, suas declarações de bens, verba para campanha e outras informações.


OBSERVAÇÃO QUANTO AOS DEMONSTRATIVOS DE BENS: ALGUÉM ME DIZ ONDE TEM LOTES DE 2, 3 OU 5 MIL PRA VENDER...


Juiz de Santa Rita é destaque na CNN


Nesta semana, o site da CNN publicou uma notícia interessante que tem a ver com o sistema carcerário brasileiro: detentos do presídio de Santa Rita do Sapucaí (MG) agora contam com a opção de pedalar uma bicicleta estacionária para reduzir suas penas. 

A ideia partiu do juiz José Henrique Mallmann, enquanto ele pesquisava na internet sobre energia limpa e sem custo.

O detento Ronaldo Marcelo Wanderlei da Silva é um dos que já participam da iniciativa, e estima-se que cerca de 80% dos presidiários do país fariam o mesmo. Além de se exercitar com as pedaladas, Ronaldo carrega baterias de carro ligadas à bicicleta, que posteriormente são usadas para iluminar as luzes da cidade. Por enquanto, há quatro bicicletas disponíveis, que geram energia para dez lâmpadas da rua e 34 lâmpadas da praça.

“Aprendi sobre o projeto e então entendi o quanto importante é para a cidade”, disse Ronaldo, que cumpre pena de cinco anos e meio por assalto. A cada 16 horas pedaladas, há redução de um dia de penitência. Assim, desde que começou a pedalar, há cerca de dois meses, Ronaldo diminuiu em 20 dias seus dias como detento. 

O assunto pode gerar polêmica, mas é no mínimo curioso saber que alguém que faz parte das estatísticas de criminalidade hoje colabora diretamente com a segurança da cidade. 

Fonte: Gooutside

Mais de 35 mil urnas eletrônicas são fabricadas em Santa Rita do Sapucaí



O Tribunal Superior Eleitoral encomendou 152 mil aparelhos que serão usados em todo o país no mês de outubro e, 35 mil urnas estão sendo produzidas em Santa Rita do Sapucaí.


FONTE: TV LIBERTAS



Cesta básica ultrapassa R$ 620 em Santa Rita do Sapucaí



O preço da cesta básica em Santa Rita do Sapucaí/MG ficou em R$ 620,33 no mês de junho segundo levantamento do grupo de pesquisas econômicas do Centro de Ensino Superior em Gestão, Tecnologia e Educação (FAI-Santa Rita). A alta é de 0,54% em relação ao mês anterior. O grupo pesquisa mensalmente 36 itens em estabelecimentos comerciais de Santa Rita do Sapucaí para realizar a análise dos dados locais chamado de Índice de Preços ao Consumidor Santarritense (IPCS). 

A pesquisa aponta que os alimentos têm registrado alta desde junho de 2011 com acumulado de 7,18%. A inflação dos últimos 12 meses está em 7,78% em Santa Rita do Sapucaí.

Por Assessoria de Comunicação - Sindmetsrs

OFERECIMENTO: 

DICAS DE RESTAURANTES PARA O INVERNO (POR SARA CAPELO) - HOJE: Dija Gastronomia (9917 3536)


Dija Gastronomia, conhecido como bar e restaurante do Dija, recebe clientes de todos os tipos que têm uma coisa em comum: gostam de degustar comidas e petiscos diferenciados. O restaurante abre para almoço e jantar com caldos e tira-gostos. No almoço, é servida moqueca de peixe, uma novidade em Santa Rita do Sapucaí. No jantar, além dos tradicionais tira-gostos, como a coxinha de frango, servem angus de variados sabores como calabresa e frango, além das porções. No Inverno, cada dia um caldo diferente, a tradicional cerveja e variados tipos de bebidas quentes.

Delfim Moreira, o Alpes da Mantiqueira


Lá no alto da Serra que Chora, incrustada num vale, existe uma pequena pérola, nascida há muito tempo e que hoje se chama Delfim Moreira.  Clima frio, delicioso, considerado um dos melhores do mundo. Houve um tempo em que ela era a capital do marmelo. Hoje, sem essa produção, está voltada para o turismo e para a ecologia. Sua origem está ligada à formação do Sul de Minas
 Em 1703, Miguel Garcia Velho, após atravessar a garganta do Embaú, seguiu pelos vales de Bocaina, afastando-se da rota já trilhada por outros exploradores e que ia dar no Rio Verde e Baependi. Transpôs a Serra dos Marins e o planalto do Capivari, onde descobriu algumas pintas de ouro. No Córrego Alegre e nas águas do Taboão, encontrou maiores indícios do cobiçado metal e descobriu as minas de ouro do Caxambu que, tempos depois, passou a chamar-se minas de Itagyba e para aí se transferiu com sua   família. Pretendia alcançar a Serra de Cubatão, mas a mina do Itagyba foi a que mais o seduziu, e onde permaneceu por mais tempo. Os indígenas davam o nome de Itagyba a uma enorme cachoeira que caía no caminho que serpenteava para o Taboão. Itagyba significa água que cai das pedras altas, ou seja: cacho-eira. A água que desce do alto não escorre pelas pedras, mas bate direto na pedra grande que forma o pé da cacheira. De tanto bater, entra ano e sai ano, século após século, dia e noite, sem parar, a água cavou um poço profundo na rocha dura e o pessoal o chamava de “o pilão da cachoeira”. Todos tinham medo de se aproximar e serem sugados pelo buraco feito na rocha. A lenda conta que esse pilão era a morada da mãe de ouro: um ser mitológico de rara beleza que exercia fascínio sobre os homens e os levava para as profundezas.

Manoel Garcia Velho era filho de Jorge Dias Velho e casado com Leonor Homem del Rey, filha de Tomé Portes del Rey, fundador de São João del Rey. Seguiu à frente de uma bandeira que fez o mesmo percurso de Jacques Félix, o Moço. A genealogia paulista registra Miguel com o título de Sargendo-Mor. Em 1723, nesse local, o Pe. João da Silva Caualo que se ocupava com mineração, relata ao governo de Tabay Bathe, atual Taubaté, a penetração bandeirante no Sapucahy. Em 1724, o governador da Capitania de São Paulo, D. Rodrigo Cezar de Menezes, nomeia Francisco de Godoy de Almeida, genro de Miguel Garcia, para recolher os impostos da quintação sobre o ouro de Itagyba. Em 1737, o Ouvidor de São João Del Rey, Cypriano José da Rocha vem ao sul das Gerais para oficializar a fundação de Campanha e toma co-nhecimento de que, navegando rumo às nascentes do Sapucahy, chegava às minas de ouro de Itagyba.  Com a instalação do Bispado de São Paulo, surgiu, em 1746,  a necessidade de se estabelecer os limites com a diocese de Mariana sendo utilizado o Rio Sapucahy como divisor das dioceses. O território situado na margem direita desse rio seria administrado pela Diocese da Mariana e aquele da margem oposta seria do Bispado de São Paulo. Em razão dessa demarcação, em  19 de setembro de 1749, foi feita uma nova demarcação entre as Capitanias de São Paulo e de Minas Gerais, feita pelo Ouvidor Tomaz Rubin de Barros Barreto sob ordem de Gomes Freire de Andrade, governador de Minas Gerais, estabelecendo o limite no alto da Serra da Mantiqueira. Em 1753, o arraial de Descoberto de Itagyba, afirma Stela Mara Ribeiro Lourenço Costa, é ele-vado à condição de Curato, passando a pertencer à Comarca Eclesiástica de Guaratinguetá. A 08 de setembro de 1762, é elevado à condição de Freguesia com o nome de Freguesia de Nossa Senhora da  Soledade de Itagyba. Em 17 de dezembro de 1938, o município passa a chamar-se Delfim Moreira, em homenagem ao grande político mineiro.

Oferecimento: Estilo e Atitude

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Orozimbo Silva, o cantor mais extraordinário que a cidade conheceu

Orozimbo Silva até hoje é lembrado pelos santarritenses que viveram a era de ouro do bailes e serenatas como o maior cantor que a cidade conheceu. Com uma voz potente e um incrível talento para a interpretação, sua presença era sempre requisitada nos bailes da cidade e nas rodas de seresta que varavam noite adentro.
O talento do cantor foi descoberto, ainda na infância, quando foi convocado para cantar em uma festa da Escola Normal. “Se eu me tornei cantor nos anos seguintes, devo muito à Dona Maria José Souza. Foi ela quem me viu cantando o Hino Nacional em uma comemoração na escola e espalhou para a cidade inteira. Depois disso, passei a ser chamado para tudo o que acontecia.”

Momentos marcantes ele viveu inúmeros. Talvez um dos mais inesquecíveis tenha sido quando cantou no Bloco dos Democráticos, na lendária noite espanhola. “Eu me vesti de toureiro, com uma grande capa e cantei no alto do carro-alegórico. Só não entendi porque me colocaram sentado sobre um Sputnik, porque não tinha nada a ver com o tema da noite”. – recorda o estimado artista.

Das recordações que guarda sobre sua juventude, uma das mais interessantes é de quando ia até a casa do delegado Assumpção pedir para fazer alguma seresta: “A gente tinha que pedir a ele para cantar na madrugada. De vez em quando, ele fazia a gente cantar em sua casa e só íamos embora quando estava amanhecendo.”

Durante as serenatas, que começavam por volta de uma da manhã, o cantor era acompanhado pelo violonista José da Liquinha e também por Gema Grillo, que cantava como ninguém. “As pessoas saíam nas janelas e gostavam muito das apresentações. Era uma coisa emocionante.”

Outra passagem que Orozim-bo guarda sobre o famoso Assumpção aconteceu quando um rapaz da época, conhecido como Lotita, cometeu assassinato na vizinha Bela Vista e foi condenado a uma pena que o impedia de fazer o que mais gostava: beber vinho e participar das serestas. “De vez em quando, o delegado me chamava para cantar em sua casa (em frente ao Grupão) e eu presenciava uma cena interessante. Ele mandava recado para os guardas libertarem o Lotita e passávamos a noite inteira cantando. Antes de amanhecer, ele voltava correndo para o xilindró.”

Sempre presente nas Orquestras dos senhores Allan Kardek do Nascimento e João de Abreu, Orozimbo lembra que cantava todas as semanas no Clube Santarritense, no Centro Operário ou na Associação José do Patrocínio (Cravinas). Quando não estava se apresentando, o artista sempre passava pelas três agremiações para saber como estavam as coisas e se recorda das festas promovidas por Maria Cutuba: “Ela fazia ótimas festas juninas, no final da rua do queima. A gente tinha muita amizade com o Dito (seu filho), mas o amigos dele eram meio barra-pesada.”

Em uma das apresentações da Banda Jazz Brasil, Orozimbo teve a oportunidade de participar do último grande baile para eleição da rainha do Clube Santarritense (Marly de Castro) e conta que teve o privilégio de cantar para a Miss Minas Gerais, Anelise Kjaer. “Na hora de homenagear a Anelise Kjaer, eu cantei Violetas Imperiais e foi um grande sucesso. Depois disso, toda vez que ia fazer uma serenata, tinha que executar essa música.” – recorda.

Além de se tornar uma espécie de ícone santarritense, o talento do grande cantor ia além das canções que interpretava. Orozimbo gostava muito de um carteado no bar do Paulo Cleto e sempre passava pelo bar do Paulino para pescar dourado e jogar conversa fora. Em uma dessas jogatinas, acontecidas no Clube Santarritense, o artista quase partiu dessa para melhor quando colocou uma bomba debaixo da mesa dos jogadores. “Um deles puxou a faca. Quase me dei mal naquele dia.”

No início da década de 60, Orozimbo decidiu começar a trabalhar com venda de doces e comprou o caminhão de um comerciante conhecido como Davi Português. As vendas não iam mal. Ele sempre vendia para cidades de toda a região, mas acabou recebendo uma oferta irrecusável do amigo Carlos Magno Maia Dias: “Certo dia, eu estava com o Carlos Magno e ele me falou que estava voltando para Brasília e que queria me levar junto. Foi aí que eu me mudei e passei a trabalhar na Companhia Enérgica. Eu me saí bem por aqui, mas confesso que tenho uma saudade imensa dos amigos e dos tempos em que vivia em Santa Rita.”
Um de seus grandes amigos, Carlos Alberto Campos do Amaral, falou com emoção sobre Orozimbo: “Ele sempre foi muito querido por aqui. Junto comigo, com o Claitão, o Geraldo Adami, o Nego Adami, o Sapico, o José Alfredo e outros, passamos ótimos momentos juntos. A voz deste homem era a coisa mais bonita do mundo. Ele cantava no nível de artistas como Orlando Silva e Nelson Gonçalves. Como pescador também fez história. Não era daqueles que apenas davam banho na minhoca. Junto com o Paulino estavam sempre pescando dourados e outros peixes. Como jogador de truco era uma lenda. Jogava muito com o José Viana, o José Seda, com o Júlio Gabriel e com o pai do José Arthur. Tenho muita saudade dele. Espero vê-lo em breve para contarmos os causos daquele tempo e passarmos bons momentos juntos.”
(Carlos Romero Carneiro)


OFERECIMENTO: RADIOADORES DO VALE

AS MELHORES OPÇÕES PARA O INVERNO (POR SARA CAPELO) HOJE: Castelinho (3471 2395)

 RESTAURANTE CASTELINHO

Pratos diferentes como o “Dupla Dinâmica”  estão sendo um sucesso nesse inverno, além de variados caldos para aquecer como: canjiquinha, caldinho de feijão, caldo verde e outros. Toda sexta e sábado, os clientes, além da deliciosa comida e bebida, contam com música ao vivo de qualidade. “Temos uma carta de vinhos e bebidas quentes bem variada, porém o público prefere o tradicional Chopp da casa, mesmo no inverno”, disse a proprietária, Mari Pivoto Cunha.

Portal G1: Conheça o juiz que revolucionou o sistema prisional em Santa Rita do Sapucaí

EPTV mostra em reportagem como é a rotina do Juiz de Santa Rita que revolucionou o Brasil com sua atuação e atraiu as atenções do mundo inteiro.

Fonte: G1

Dirigentes da Seccional Mineira visitam Santa Rita do Sapucaí


O presidente da OAB/MG, Luís Cláudio Chaves, acompanhado do secretário-geral Sérgio Murilo Braga e do diretor-tesoureiro Antônio Fabrício de Matos Gonçalves, visitou, nesta quarta-feira (18/07), a cidade de Santa Rita do Sapucaí. A direitoria da Seccional Mineira foi recebida pelo presidente local, o advogado José Artur Santuci. Na ocasião, os dirigentes da OAB Minas se reuniram com advogados locais para discutir assuntos de interesse da classe.
Também fazem parte da diretoria da 67ª subseção o vice-presidente Francisco de Magalhães Junior, a secretária-geral Thelma Rodrigues Teixeira, o secretário-adjunto Daniel Teixeira e o tesoureiro Tarcísio Dias.

Acompanharam a diretoria da OAB/MG o corregedor-geral Leonardo Sarsur, o presidente da OAB/Jovem Fabrício Almeida e o presidente da Comissão de Direito Sindical Bruno Reis.

Fonte: OAB

Difusora: TJMG suspende decisão do judiciário de Santa Rita que bloqueia bens de seis vereadores




O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) suspendeu a liminar da justiça de Santa Rita do Sapucaí que bloqueava os bens dos vereadores que votaram contra o projeto de lei do Plano Diretor Participativo do município. A liminar, do último dia 29 de junho, favorável ao pedido do Ministério Público, também requeria prazo de 30 dias para que o executivo reenviasse a matéria ao legislativo para novo processo de votação. Os vereadores Domásio Roque da Fonseca, Vágner Fernandes Mendes, Sebastião Cláudio da Silveira, João Batista Resende, Clarismon Inácio e Waldercir Januário Maciel recorreram da decisão e conseguiram suspender a liminar no Tribunal de Justiça. 

Clique aqui para ler matéria na íntegra.

PORTAL G1: Motorista perde controle de carro e invade casa em Santa Rita do Sapucaí


Um carro invadiu uma casa na noite desta quarta-feira (18) na BR – 459, no bairro Serrinnha em Santa Rita do Sapucaí (MG). Segundo a Polícia Militar, o condutor do carro perdeu o controle do veículo e atingiu uma casa que fica na Avenida Padre Bertolo.
Motorista perdeu controle de carro e invadiu casa em Santa Rita do Sapucaí (Foto: Giácomo Costanti )
O motorista do carro e o passageiro tiveram ferimentos leves e foram levados para o pronto-atendimento da cidade.

Apesar do estrago causado na casa, nenhum morador foi atingido ou se feriu.

Ainda segundo a polícia, o acidente aconteceu próximo a um radar que fica na rodovia. O carro transitava de Pouso Alegre (MG) para Santa Rita do Sapucaí.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Santa Rita recebe visita da diretoria da OAB/MG


O presidente da OAB/MG, Luís Cláudio Chaves, acompanhado do secretário-geral Sérgio Murilo Braga e do diretor-tesoureiro Antônio Fabrício de Matos Gonçalves, visitarão nesta quarta-feira (18/07) três cidades localizadas no sul de minas. 

Em Santa Rita do Sapucaí, o presidente fará uma visita à sede da subsecção e se reunirá com advogados locais para discutir assuntos de interesse da classe. Em seguida, na cidade de Itajubá, os representantes da diretoria da OAB/MG participarão da reinauguração das salas da seccional mineira no Fórum e na Justiça do Trabalho, também irão visitar a Casa do advogado que esta passando por uma reforma. Em São Gonçalo do Sapucaí se reunirão com os advogados na sede local para discutir assuntos relacionados à Ordem. 
 
Fonte: OAB

Projeto realizado em presídio mineiro é destaque na imprensa nacional e internacional

Fox News e CBS, dos Estados Unidos, e o portal brasileiro UOL abordam projeto de ressocialização de presos criado em Santa Rita do Sapucaí

Um projeto de ressocialização de detentos, realizado no Presídio de Santa Rita do Sapucaí, cidade localizada no Sul de Minas, ganhou destaque na imprensa nacional e internacional. A iniciativa incentiva os presos a pedalarem em troca de redução na pena. Na ação, além de realizarem uma atividade aeróbica, eles ainda geram energia elétrica para a cidade.

O projeto, que conta com apoio do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Defesa Social, ganhou destaque nas capas dos portais de notícias das emissoras norte-americanas CBS e Fox News. Na imprensa brasileira, o assunto também mereceu destaque, na capa do portal UOL, com ênfase à possibilidade de ressocialização dos detentos.

"É um programa inovador, que permite que os presos possam reduzir suas penas em troca da geração de energia elétrica para ajudar a iluminar a cidade de Santa Rita do Sapucaí", destaca a Rede Fox News. "O projeto realizado em Minas Gerais (...) ajuda a restaurar a auto-estima dos presos", informa a CBS. “Detentos diziam que se sentiam esquecidos. Agora, se sentem mais úteis e importantes para o mundo”, explica a reportagem do UOL.

Clique aqui para ler a reportagen da Fox News e clique aqui para acessar a matéria da CBS (ambas em inglês). Para ver a íntegra da reportagem do Portal UOL clique aqui.

Holiday Idiomas

Plano diretor de Santa Rita do Sapucaí será novamente votado

Projeto havia sido recusado pelos vereadores, o que é ilegal segundo o MP. Nova votação deve acontecer sem a participação dos que foram contra.

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR À REPORTAGEM

O Ministério Público conseguiu na Justiça que o plano diretor de Santa Rita do Sapucaí (MG) seja votado novamente na Câmara. Antes, o projeto havia sido rejeitado pelos vereadores, o que a promotoria diz ser ilegal. Segundo o órgão, os parlamentares só poderiam ter feito alterações, mas o município não pode ficar sem um planejamento urbano.

O plano diretor é uma determinação de uma lei federal para cidades com mais de 20 mil habitantes. Apesar disso, Santa Rita do Sapucaí, com 37 mil moradores, ainda não tem um planejamento urbano, apesar da prefeitura ter apresentado um plano.

O projeto chegou à Camara de Vereadores em 2010, mas só foi votado em março deste ano. O projeto foi rejeitado com cinco votos contra e três a favor. Para a Justiça, algum grupo pode ter sido beneficiado com a não aprovação do plano diretor. Agora, a prefeitura tem um mês para reapresentar o projeto à Câmara para uma nova votação.

A liminar conseguida pelo MP determina que os cinco vereadores que votaram contra o projeto não participem da segunda votação e que tenham os bens indisponíveis. A assessoria de imprensa da Prefeitura de Santa Rita do Sapucaí informou que a decisão da Justiça vai ser acatada. Se a liminar não for cassada pelo recurso da Câmara, o projeto de lei será reapresentado aos vereadores no prazo estabelecido.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Meia santarritense é comprado pelo Furacão

O santarritense Elias já está em Curitiba. O jogador deverá passar por exames médicos no CT do Caju e caso seja aprovado, vai assinar contrato com o Furacão. 


“Existe uma negociação em andamento e as conversas avançaram muito. Faltam detalhes a serem resolvidos com o Atlético, mas o jogador já embarcou para Curitiba para fazer exames no Atlético. Tenho certeza que ele vai se dar bem aí, é um excelente jogador”, disse o diretor de futebol do clube goiano, Adson Batista, em conversa telefônica com a jornalista Nadja Mauad.


De acordo com o repórter Bruno Abdala, o Atlético Goianiense adquiriu o atleta por R$ 550 mil e ainda deve R$ 300 mil ao Figueirense. O Furacão teria assumido a dívida e ficado com um percentual dos direitos econômicos do jogador.


Elias

Elias Ribeiro de Oliveira nasceu no dia 02 de setembro de 1983 em Santa Rita do Sapucaí (MG). Tem 1,81m , 76 kg e é canhoto. Começou sua carreira nas divisões de base do São Paulo, mas foi dispensado. Profissionalizou-se no Bahia.

Durante cinco anos atuou pela equipe de Salvador, saindo por empréstimo para o Vasco da Gama. Permaneceu no futebol carioca, mas dessa vez negociado com o Fluminense. 

Na equipe das Laranjeiras não conseguiu se firmar e foi emprestado para o Atlético Goianiense. No clube do Centro-Oeste viveu uma grande fase e ajudou o Dragão no retorno à elite do futebol brasileiro de 2009.

Na temporada seguinte quase veio para o Furacão, mas não houve acordo nas bases salariais pretendidas pelo jogador. Em 2011 teve uma passagem pelo futebol dos Emirados Árabes, na equipe do Al Ain.

Retorno no ano passado ao futebol brasileiro e atuou no Figueirense. Esse ano acertou seu regresso ao Atlético Goianiense, mas perdeu espaço no início do Campeonato Brasileiro.

Ficha Técnica

Nome: Elias Ribeiro de Oliveira
Posição: Meio campo
Peso: 76 kg
Estatura: 1,81m
Data de Nascimento: 02/09/1983
Clubes em que atuou: São Paulo, Bahia, Vasco, Fluminense, Atlético Goianiense, Al Ain (Emirados Árabes) e Figueirense.

Fonte: Furacão.com

Veja vídeo com melhores momentos do meia santarritense:



DIFUSORA: Cartório Eleitoral Municipal recebe 38 pedidos de impugnação de registro de candidatura


O Cartório Eleitoral de Santa Rita do Sapucaí acolheu 38 pedidos de impugnação até às 19h da noite da última sexta-feira (13). As contestações são de candidatos a vereador e a prefeito dos municípios de Santa Rita do Sapucaí e São Sebastião da Bela Vista nas eleições desse ano. O candidato da coligação Aliança Popular Santarritense, Jefferson Gonçalves Mendes (PR), tem dois pedidos de impugnação. O primeiro feito pela coligação Santa Rita para Todos, do candidato Donizette Andrade (PC do B), e o segundo apresentado pelo Ministério Público.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

AS MELHORES OPÇÕES PARA O INVERNO (POR SARA CAPELO)


O inverno chegou com força total e, por este motivo, os restaurantes de Santa Rita do Sapucaí têm criado diversas opções em seus cardápios para satisfazer, ainda mais, os seus fregueses. Nesta temporada de frio, os pratos quentes são campeões de vendas e prometem deixar as refeições muito mais saborosas.  À medida em que o frio se aproxima, as ruas vão se esvaziando e os restaurantes enchendo. E quando o frio bate, o estômago começa a roncar pedindo comidas reforçadas e bebidas quentes. Em Santa Rita existem inúmeras variedades de cozinhas e o que não falta é opção. Por isso, o Empório de Notícias preparou algumas dicas de estabelecimentos que prometem fazer valer a pena vestir várias blusas e sair de casa para apreciar uma boa comida.


DICA DO DIA: 


Pura Culinária (3471 2160)

O restaurante Pura Culinária oferece novas receitas para o inverno como os deliciosos fondues de queijo, chocolate e o de carne estilo Pura Culinária. Para completar, oferece também o saboroso Chopp Brahma Black. 
“O cardápio está em fase de mudanças para os próximos 6 meses. Nele, entrará a Picanha de Cordeiro com Batatas Coradas. Além dos clássicos petiscos, como Filé Mignon em tiras e batatas, teremos petiscos novos. Toda terça tem rodízio de massas com mais de 12 variedades.” - disse o sócio da casa, Pablo Nogueira.


O restaurante funciona também para almoço com buffet a quilo, mais leve e saudável, sem perder o sabor. “Evitamos usar industrializados e as ervas são sempre frescas”, disse Pablo que acrescentou que o preço é acessível, mas  com qualidade.